Deputado Gehlen Diniz afirma que Operação Buracos ocasionará a decadência do PT

Deputado Gehlen Diniz afirma que Operação Buracos ocasionará a decadência do PT

A Operação Buracos, da Polícia Federal, que apura o desvio de R$ 700 milhões, dinheiro que seria usado para a reconstrução de rodovias federais e ramais, também foi comentada pelo deputado Gehlen Diniz (PP) durante a sessão desta terça-feira (31). O oposicionista questionou as inúmeras notas de solidariedade de membros do Partido dos Trabalhadores ao prefeito Marcus Alexandre (PT), um dos investigados pela operação, bem como o ato realizado pelos cargos comissionados do governo e da prefeitura.

“Foram tantas notas que eu resolvi fazer minha nota de solidariedade. Vou me solidarizar com as vítimas, com o povo do Acre, sobretudo aqueles que moram às margens da BR-364, que são as principais vítimas desse escandaloso desvio de dinheiro público. Aquele dinheiro que apreenderam com Geddel é troco em comparação com o que foi desviado no Acre”, disse.

Segundo o progressista, a Operação Buracos ocasionará a decadência do Partido dos Trabalhadores. “É o fim, o PT acabou. Essa operação resultará na decadência de um partido que defendia a ética e que tem agora como único candidato ao governo do Acre um cidadão que está sendo acusado do maior escândalo de desvio de dinheiro do Estado. Uma pessoa que é ligada ao PT e que agora não terá condições nenhuma de disputar as eleições para governo do Acre. Diferente de Gladson Cameli, que recentemente foi inocentado na Operação Lava Jato”, ressaltou.

Para concluir, o oposicionista também falou da importância de aguardar o resultado final das investigações. “Claro que não podemos condenar ninguém antecipadamente, mas acho ridículo quando pessoas que ocupam cargos comissionados se reúnem para se solidarizar com uma pessoa que está sendo investigada. Com relação ao povo ninguém se solidariza”.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com