Deputado Antônio Pedro reivindica transporte escolar para estudantes do Assentamento Tupá

Deputado Antônio Pedro reivindica transporte escolar para estudantes do Assentamento Tupá

O deputado Antônio Pedro (DEM) destacou na sessão desta quarta-feira (11) a situação dos estudantes da Escola Conquista, localizada no Assentamento Tupá, em Xapuri. Ele frisou que o transporte escolar está suspenso. Dessa forma, os alunos têm que caminhar em média 25 quilômetros para chegar à unidade escolar.

“Venho nesta manhã mais uma vez fazer uma cobrança referente à Escola Conquista, no Assentamento Tupá. Recebi notícias que as crianças daquela escola estão andando cerca de 25 quilômetros a pé todos os dias. O ônibus não consegue ir ao ramal 23 porque a estrada não tem condições. Tem crianças que desmaiaram no caminho. Não é fácil voltar no horário de meio dia com o sol escaldante. Essa não é a primeira vez que eu cobro isso aqui”, disse o parlamentar.

O deputado chamou a atenção do secretário de Educação, Marco Brandão, para que acompanhe o caso. Além disso, ele pediu ao Deracre e à prefeitura de Xapuri que façam a recuperação do ramal para garantir o tráfego.

“Os pais entraram em contato comigo para ver o que a Secretaria de Educação pode fazer. Eles já estão há muito tempo andando a pé. O sol é muito quente. Fica o nosso pedido de urgência e que a Secretaria de Educação resolva isso o mais rápido possível. Não sei quem é o responsável pelo ramal. Eu creio que a Secretaria poderia estar vendo essa situação. Até hoje não tem energia elétrica na escola. Os professores pagam do bolso deles para ter energia puxada de um rabicho. A escola foi feita e até hoje não tem energia. Os alunos precisam ao menos de um ventilador também. Nada disso tem. Caso eu não seja atendido vou cobrar toda semana”, disse o parlamentar.

Falando em segurança pública, o democrata comentou a situação em que se encontram os moradores do Conjunto Habitacional Cidade do Povo. Disse que há um box da Polícia Militar, porém não dispõe de policiais na unidade.

“Eu recebi uma notícia que realmente tem um box, mas dificilmente tem policiamento lá. Eu creio que a polícia não vai porque também tem medo. A violência está tão grande, não é fácil não. Um morador me ligou pedindo policiamento para a Cidade do Povo”, frisou.

Ainda falando em violência, Antônio Pedro se solidarizou com a família do pastor Moisés Xavier, que foi alvejado por uma bala perdida na rua Floriano Peixoto, na última segunda-feira (9). A informação é que religioso se encontra na UTI do Pronto Socorro.

“Quero me solidarizar e pedir orações pela vida do pastor Moisés Xavier, que se encontra hospitalizado por causa da violência no nosso Estado. O mesmo está na UTI com uma bala alojada próxima ao cérebro. Um homem que sempre estava na Assembleia. Sabemos que a violência não escolhe quem vai acertar. Cada um tem que se guardar e pedir a Deus proteção. Aqui a gente sai de casa, mas só Deus sabe se vamos voltar. Ninguém estranha mais quando acontece um assalto. Dizem: ‘está tudo bem’. Mas não está. Algo tem que ser feito. O cidadão tem que ter a proteção. Nós estamos praticamente desprovidos de segurança”, pontua.

Finalizando, Antônio Pedro destacou a visita da Caravana do Desenvolvimento, coordenada pela Fieac, ao município de Xapuri. Na pauta foram discutidas entre outras ideias a possibilidade da ligação rodoviária entre Xapuri e Sena Madureira. De acordo com o parlamentar, essa ligação possibilitaria o desenvolvimento da região.

“Xapuri fica difícil visitar, só vai quem tem negócio. Surgiu a ideia de se fazer uma estrada ligando Xapuri a Sena Madureira. Xapuri deixaria de ser manga e passaria ser rota. Esse é o nosso sonho. Que a Estrada da Variante funcione para ser rota”, completa.

José Pinheiro
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com