Deputado Daniel Zen destaca reunião da Ageac com taxistas intermunicipais

Deputado Daniel Zen destaca reunião da Ageac com taxistas intermunicipais

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Daniel Zen (PT,) disse na sessão desta quarta-feira (19) que participou de uma reunião no auditório da Secretária da Fazenda do Estado (Sefaz) para tratar a respeito de algumas questões relacionadas às alterações feitas na lei que limita o tráfego dos taxistas que transportam passageiros de municípios vizinhos e não permite que após a chegada possam buscar os mesmos em determinado lugar da cidade.

A reunião, que foi solicitada pelo Ministério Público do Estado e organizada pela A Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre (Ageac), contou com a presença de taxistas, freteiros e de representantes do Ministério Público dos municípios de Sena Madureira e Bujari.

O parlamentar lembrou que no mês de fevereiro deste ano ao menos 200 taxistas intermunicipais fecharam a rodovia estadual AC-40, próximo ao Parque de Exposições Marechal Castelo Branco, por cerca de uma hora. O ato foi para protestar contra as regras estabelecidas pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Acre (Ageac).

Daniel Zen também frisou que o serviço de bilhetagem – uma das exigências dos taxistas – foi suspenso temporariamente e que foi dado à categoria um prazo até o dia 10 de março para que os taxistas irregulares normalizassem sua situação junto a agência.

“Participei dessa reunião e na ocasião me coloquei à disposição para eventuais ajustes na lei. O que existe é uma certa incompreensão dos taxistas quanto a necessidade de se adequar às mudanças, de se regularizar. Há uma certa resistência dos motoristas de pagar a tacha imposta e de emitir o bilhete de passagem, por exemplo. Nós estamos à disposição para debater melhor esse assunto, o que nós queremos é o bem-estar dos motoristas e dos passageiros”, disse.

Daniel Zen informou ainda que os precatórios do Deracre, no valor de R$ 65 milhões, que foram destinados pelo MPT e Justiça do Trabalho para a construção da Unidade Avançada de Prevenção ao Câncer do Hospital de Barretos em Rio Branco e para investimentos em segurança pública também serão destinados ao Programa de Educação Profissional Técnica integrado ao ensino médio.

“Quero agradecer ao governador Tião Viana por ter solicitado esses recursos e ao juiz Vitor Leandro Yamada, do TRT, por ter garantindo a liberação dos mesmos. Esse programa é extremamente importante, por meio dele o aluno assim que concluir o ensino médio obterá uma dupla certificação, além do ensino médio completo ele terá a técnica necessária para ser imediatamente inserido no mercado de trabalho. Fiquei muito satisfeito com essa notícia”, complementou.

Sobre a declaração que o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Rogério Abdalla, teria dado durante encontro com prefeitos e secretários municipais de saúde do Acre, de que “não falta dinheiro do governo federal no setor, o problema é gestão”, o deputado também se manifestou.

“Fui averiguar essa declaração do secretário do Ministério da Saúde e para a minha surpresa ele mesmo entrou em contato com o porta-voz do governo do Acre para desmentir a notícia. Ele disse que distorceram a sua fala e que deram uma interpretação diferente da declaração que ele deu no encontro”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com