Deputada Eliane Sinhasique solicita informações da Sesacre sobre compra de peixes

Deputada Eliane Sinhasique solicita informações da Sesacre sobre compra de peixes

A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) apresentou na sessão desta terça-feira (7), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), requerimento solicitando do governo do Estado a cópia do edital e a ata do registro de preço da aquisição de gêneros alimentícios peixe, assinado entre a Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre) e a Empresa Peixes da Amazônia, bem como o inteiro teor do contrato.

A parlamentar também quer saber da justificativa que comprova a real vantagem da Sesacre comprar um quilo de filé de peixe pelo valor de R$ 28. Sinhasique também questionou. “Os onze mil quilos de peixe já foram entregues à Sesacre? Onde estão sendo armazenados? Quero saber se o produto objeto de carona já está sendo consumido e, se for o caso, quais as unidades de saúde que irão receber e quais já estão sendo beneficiados com o peixe”, disse.

Para a deputada, há uma ineficiência por parte do Estado nos gastos públicos. “Por isso eu quero saber se todo esse peixe foi de fato comprado ou se isso é mais uma manobra do governo. Sabemos que a empresa Peixes da Amazônia está com o nome no Serasa porque simplesmente não paga seus fornecedores. O contrato afirma que foram comprados onze mil quilos de peixe e eu quero saber onde esses peixes foram parar, porque nas unidades de saúde do interior eles não chegaram”, afirmou.

Segurança Pública

No Grande Expediente Eliane Sinhasique falou sobre segurança pública. A deputada cobrou ações preventivas do governo do Estado para combater a criminalidade. “Sabemos da necessidade de se fazer um trabalho preventivo nessa área. Não adianta chorar pelo leite derramado, agir depois que o crime foi cometido. Sabemos que a porta de entrada para a criminalidade são as drogas e mesmo assim não vemos uma ação conjunta das Secretarias de Educação, Cultura, Esporte ou de Pequenos Negócios para impedir que os nossos jovens ingressem no caminho da criminalidade. O número de jovens mortos por arma de fogo aumentou 136% de acordo com o mapa da violência, e isso é muito preocupante”, complementou.

Para concluir, a oposicionista disse que firmou parceria com a agência PWS para realização de uma campanha de conscientização sobre o uso de drogas. “É notório que as campanhas realizadas pelo governo federal e pelo governo estadual não surtiram nenhum efeito. Essa campanha que iremos realizar é totalmente inovadora e divertida. E o mais importante de tudo, será uma campanha eficiente. Queremos que os nossos jovens se viciem em coisas saudáveis. Nós temos que agir rápido, tirar uma pessoa do vício é muito mais difícil do que impedir que ela entre, por isso a importância da prevenção”, finalizou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com