Major Rocha diz que campanhas do PT no Acre podem ter recebido dinheiro de empresas envolvidas no Petrolão

major021214O líder do PSDB no Parlamento acreano, deputado Major Rocha, levantou a hipótese do PT do Acre ter recebido recursos para as eleições de 2014 de empresas acusadas de pagarem propina pessoas ligadas à Petrobras para serem beneficiadas em processos licitatórios. O PT acreano recebeu R$ 855 mil em doações, segundo o site do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC). “O site ac24horas divulgou matéria na qual o PT do Acre recebeu do PT nacional R$ 855 mil. Dinheiro que veio das empresas envolvidas no Petrolão. Basta olhar no site do TRE/AC e ver as empresas que doaram recursos para a campanha de Sebastião Viana”, relatou o deputado tucano.

Rocha disse que as acusações de Tião Viana (PT) de que a oposição teria comprado votos são nulas. Segundo ele, com a divulgação pelo TRE/AC fica caracterizado quem se utilizou de meios ‘duvidosos’ para ganhar o pleito.

“Fontes de origem duvidosas, repasses do PT oriundos do Petrolão, a doação de empresas do caso G7. Tudo isso mostra claro quem comprou votos, que usou da máquina pública. Queria ver uma manifestação de Vossa Excelência, deputado Geraldo Pereira, sobre o assunto”, pontuou.

O parlamentar pediu explicações ao deputado Geraldo Pereira sobre o vazamento de informações sigilosas referentes à Operação G7. Rocha disse que o governador Tião Viana (PT) deveria revelar os nomes dos desembargadores que o procuraram em seu gabinete para avisá-lo sobre a Operação G7, deflagrada pela Polícia Federal em maio de 2013.

“Queria que Vossa excelência esclarecesse esse fato, quem foi o desembargador embriagado que durante uma missa na Catedral avisou o governador de que ele estaria sendo investigado?”, finalizou o Major Rocha.

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com