Geraldo Pereira diz que direitos dos professores provisórios serão assegurados pelo governo

geraldop261114O líder do Partido dos Trabalhadores, deputado Geraldo Pereira, explicou que não há a possibilidade no corte de pagamento dos professores provisórios, isso porque há um contrato de trabalho a ser seguido. Ele também rebateu as declarações do deputado Major Rocha (PSDB) que acusou o governador Tião Viana (PT) de férias indevidas. “Todos os direitos trabalhistas estão assegurados. As férias do governador são legítimas. Vossa Excelência também sai de férias às vezes, assim como eu defendo que tenhamos”, disse o líder petista.

Geraldo Pereira fez uma breve prestação de contas do seu mandato. Ressaltou que se sente honrando em ter sido o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) durante 4 anos. Pereira também presidiu a Comissão de Orçamento e Finanças da Aleac.

“Deixo o parlamento com o sentimento do dever cumprido. Sem querer fazer rodeios. Saio com esse sentimento do dever cumprido e achando que todos fizeram a sua parte. Eu aprendi muito com outros colegas que têm outras habilidades. Está sendo uma Legislatura produtiva. Vi na Mesa Diretora muita competência para dirigir os trabalhos”, lembrou Pereira.

Outro ponto abordado por Geraldo Pereira diz respeito ao Programa Ramais do Povo que garante acesso em todas as estações do ano aos produtores rurais para o escoamento da produção. Pereira disse que seu mandato foi voltado para a defesa do homem do campo.

“O que mais me deixa feliz é saber da trafegabilidade nos ramais. Eu me dediquei a cobrar a melhoria das estradas vicinais. Me dediquei muito aos trabalho da Educação. Penso que não haverá desenvolvimento sustentável se não for pela Educação”, salientou.

O parlamentar também disse que os prefeitos eleitos em 2010 sabiam das dificuldades que enfrentariam em suas administrações. Segundo ele, muitos prometeram e não puderam cumprir, embora soubessem da real situação em que se encontravam os seus municípios e aproveitou para questionar os parlamentares federais do PSDB que, segundo ele, têm abandonado a maioria das prefeituras no que diz respeito à liberação de recursos.

“Diga que é difícil fazer os ramais. Que é difícil melhorar a oferta dos serviços públicos. O prefeito que consegue manter a cidade limpa, manter regular a funcionalidade das escolas, da saúde já consegue ser um bom prefeito. Sei que é muito difícil administrar as nossas cidades. O PSDB nacional tem a obrigação moral de ajudar o prefeito de Porto Acre, lugar em que teve a maior votação”.

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com