Aleac realiza audiência pública para debater ensino em tempo integral no Estado

Aleac realiza audiência pública para debater ensino em tempo integral no Estado

audpubeduc121216A Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) realizou na tarde desta segunda-feira (12) uma audiência pública para debater a educação em tempo integral no Estado. O evento aconteceu no auditório da Secretaria Estadual de Educação (SEE) e contou com a presença de parlamentares e profissionais da Educação.

Com o tema “Educação Integral no Acre”, o secretário de Educação, Marco Brandão, fez uma apresentação sobre a nova proposta de ensino nas escolas públicas. De acordo com ele, é de extrema importância que o ensino adote modelos mais atrativos para os jovens.

“A escola tem que ser um lugar atrativo para o jovem, para isso nós devemos trabalhar um ensino dinâmico e que gere bons resultados. Todos somos responsáveis pela juventude e dentro dessa lógica nós apresentamos uma escola diferente, onde o centro de tudo é o jovem e o futuro dele é nosso maior desafio”, ressaltou.

O deputado Daniel Zen (PT), que preside a Comissão de Educação da Aleac, destacou que a proposta de ensino em tempo integral já vem sendo discutida há algum tempo e que após serem feitas todas as apresentações, espera-se que o método seja adotado no início do ano letivo de 2017.

“Essa proposta de ensino médio integral vem sendo pensada há algum tempo e está em consonância com a reforma do ensino médio. Depois de um tempo de estudos, chegou num ponto adequado para ser apresentada ao público envolvido. Se tudo der certo, no início do ano letivo de 2017 Já será concretizado esse formato de ensino”, ponderou.

A deputada Eliane Sinhasique (PMDB) afirmou ser uma exímia defensora de melhorias no ensino. Falou ainda sobre a importância do debate sobre o novo modelo de ensino.

“Fiquei muito feliz por ter sido aprovado por unanimidade esse requerimento na Aleac. Como mãe e professora, sou defensora de ensino em tempo integral, pois é de jovem que você aprende os valores da vida, compreende e se adequa às normas. É importante debatemos à exaustão, pois envolve um grupo de jovens numa fase delicada, que é a adolescência. Desejo muito que essa experiência dê certo e que o ensino saia vitorioso no final de tudo”, afirmou.

Dentre os conceitos adotados pelo novo modelo de ensino, são priorizadas algumas metodologias, dentre elas: aulas de estudo orientado, disciplinas eletivas, aulas de projeto de vida, guia de aprendizagem, salas temáticas, práticas experimentais, práticas de vivência e protagonismo, acolhimento das famílias e dos estudantes, tecnologia de gestão educacional e tutoria.

Serão realizadas outras audiências públicas afim de que toda a comunidade escolar tome conhecimento da proposta, tire dúvidas e dê sugestões a respeito. Caso seja plenamente acatado, o novo modelo entrará em vigor em cinco escolas públicas de nível médio, a partir do início do ano letivo de 2017.

Andressa Oliveira
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com