Chagas Romão questiona aumento da energia e dos combustíveis

chagas051114O deputado Chagas Romão (PMDB) questionou na sessão desta quarta-feira, 5, os reajustes na tarifa de energia e nos preços dos combustíveis, anunciados recentemente pelo Governo Federal após o término das eleições. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o aumento autorizado pelo Governo Federal foi de 24,93% para os consumidores de baixa tensão (residências), e de 29,14% para consumidores de alta tensão (empresas).

Para o oposicionista o aumento na tarifa de luz é abusivo e desumano. “Esse foi o presente que a presidente Dilma deu para os brasileiros após sua reeleição. A verdade é que se o ICMS da energia não baixar vamos ter que voltar para os tempos da lamparina porque tenho certeza que a maioria das famílias brasileiras não tem condições de pagar um valor tão alto. Esse aumento é abusivo e desumano”, disse.

Chagas Romão disse que fará um novo abaixo-assinado na tentativa de reduzir o ICMS sobre a energia elétrica do Estado Acre que, de acordo com ele, é um dos mais altos do Brasil. “O ICMS da luz no Acre é um dos mais altos do país, isso é um absurdo. A maioria das famílias do nosso Estado muitas vezes tem que optar entre ter comida na mesa ou ter energia em casa, essa realidade tem que mudar”, afirmou.

Mircléia Magalhães
Agência Aleac

Sobre agencia agencia

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com